Por que os pacientes usuários de implante coclear devem ser vacinados?

A razão pela qual os pacientes usuários de implante coclear devem ser vacinados é uma só: prevenir a ocorrência de meningite. Pacientes usuários de implante coclear apresentam maior risco de contrair meningite, com incidência 30 vezes maior que na população geral. O feixe de eletrodos do implante coclear se constitui numa via de propagação de infecções da orelha média para dentro da cóclea e, a partir daí, para as meninges, levando a meningite. O principal agente envolvido nos casos de meningite relacionado ao implante coclear é uma bactéria chamada Streptococus pneumoniae ou simplesmente pneumococo.

Portanto, a principal e mais importante vacina a ser administrada são as vacinas anti-pneumocócicas, comercialmente conhecidas como Prevenar® ( a partir de  6 semanas) e Pneumo 23® (maiores de 2 anos). O objetivo é prevenir a ocorrência de otites que possam infectar o feixe de eletrodos e, consequentemente, levar à meningite. A vacina contra S. Pneumoniae, Pneumo 23, deve ser repetida uma vez após 5 anos.

Existe uma divergência entre a recomendação do CDC (Center of disease control) americano e do ministério da saúde brasileiro quanto a esta recomendação. A vacinação contra meningite tipo c e gripe não são preconizadas nos EUA, somente no Brasil.

A meningite tipo C não causa otite e, portanto, não teria relação com o implante coclear, mas é obrigatório no Brasil.

Já a vacinação contra gripe visa prevenir a ocorrência de otite média, não pelo vírus da gripe, mas por uma infecção bacteriana secundária a um quadro gripal. Deve ser tomado todos os anos no início do outono pelo resto da vida.

Todas estas vacinas são administradas gratuitamente à pacientes usuários de implante coclear, ou que estão prestes a realizar a cirurgia, bastando para isso um receituário médico com a justificativa: “usuário de implante coclear”.

         

Recomendações do CDC americano:

- vacina pneumococo

- vacina hemófilus


Recomendações do ministério da saúde brasileiro:

-vacina pneumococo

-vacina hemófilus (menores de 19 anos não vacinados)

-vacina meningococo tipo c

-vacina anti gripal (influenza) - Para maiores informações clique aqui

OBS: As vacinas administradas e o esquema vacinal variam de acordo com a idade do paciente.

Fonte: manual do centro de referência em imunobiológicos especiais - ministério da saúde: clique aqui




Por favor curta nossa pagina no facebook: clique aqui

PORTAL OTORRINOLARINGOLOGIA - HOME




Prof Dr Robinson Koji Tsuji - CRM97471

CONSULTÓRIO:

Rua Capote Valente, 432 conjunto 14

Edificio Gan center - CEP 05409-000

Jardim América - São Paulo - SP

Fone: 11 38982210